Segue-me por Email

quinta-feira, 5 de julho de 2007

Queria estar lá fora...

Há dias assim...hoje foi um eles...as paredes circundantes incomodavam-me de tal forma que me parecia impossivel ficar ali o dia inteiro... embora tenha o previlégio de desfrutar de uma paisagem bastante bucólica, com o campo como cenário e o voos constantes das andorinhas, mas hoje havia um apelo lá fora...apetecia-me desligar tudo... pegar nos papéis todos que tinha ao meu redor e lança-los janela fora (ahaha), depois...fechar as janelas, correr os estores, desligar os telefone e sair...sozinha e a pé, procurar naquele campo uma sombra...e ficar ali muito sossegadinha ...mergulhada naquele silêncio...entrecortado de vez em quando com o canto das aves...sentir o vento acariciar os meus pensamentos e deixar-me estar...descansar, descansar na sombra da árvore, adormecer...e deixar-me estar, apenas e só..
Mas não pude, por isso com toda a força que tenho, continuei a martelar o teclado, a tocar em papéis e mais papéis, a atender telefonemas... enquanto fui deixando que aquela calma que pressentia lá fora me invadisse devagarinho, sem pressa...

Fez-me bem aquele breve momento de querer estar fora, o dia acabou por se desenrolar em serenidade e as paredes deixaram de me incomodar... ás vezes é preciso parar um pouco... e voar para fora...

12 comentários:

poeta_silente disse...

Querida. Obrigada pela visita.
Mas... que belo texto. Sabes que isto me aocntece, seguidamente. Também trabalho no PC. E, às vezes, dá vontade de sair pela janela e voar.... E somente este tempinho de "entendimento" da minha alma, já me dá forças para seguir batendo teclas...rsrsrs
Deus te abençoe.
Beijos
Miriam

Lia disse...

Quem não teve já uma sensação parecida?

Interessante é a beleza que dás ao texto e consegues "arrastar-nos" todos contigo... lol

Um abraço Elsa.

Tiago Almeida disse...

olá mãe
im ver-te
passa lá
beijos

Catequista disse...

Há dias assim, é verdade.
Mas olha que deitar os papéis pela janela não deve ser boa ideia... eh!eh!eh!

Beijocas

Cris disse...

É bom, por vezes, abrir asas e voar... mesmo que não se saia fisicamente do lugar!

Beijinhos :)

MARTA disse...

Concordo - sempre bom pararmos um pouco, olharmos lá para fora e deixarmos que a alma voe...
Obrigada pela partilha e pela visita ao Marcos e Eu...
Até já.
Beijos e abraços
Marta

anawîm disse...

belíssimo grito
belíssimo grito

Maria João disse...

Ando-me a sentir assim...

beijos em Cristo

DE-PROPOSITO disse...

Voar, um sonho do homem que com a criação do avião e do balão de ar quente se tornou possível. E que sensação de liberdade voar entre as nuvens, embora se os motores avariarem, nem todos os santos juntos nos salvam.
Fica bem.
E a felicidade por aí.
Manuel

Marili Alves disse...

Passei pra deixar meu carinho e gostei do seu blog, lindoss textos!!!

Anónimo disse...

Oix querida amiga,

Sempre que posso faço essas viagens espectaculares (se calhar nesses campos que observas da janela!!!aahhhh!!)....

Amiga, experimentei, gostei, agora sempre que posso vou dar essas voltas e deixar tudo de mau para trás...(por vezes vão os livros atrás!!!lollol)

Beijinhos, essas viagens iam fazer-te bem....muito bem...

Beijinhos do sempre amigo
Gonçalo Cristóvão

Teresa Calcao disse...

Minha querida Elsinha,
Essa borboleta encantou-me....e a admira-la imaginei-me voando por esses campos sem fim!!!!!!
Bom fim de semana,
Beijinho doce