Segue-me por Email

quinta-feira, 14 de junho de 2007

Uma visita...

Pegaste nas minhas mãos, querias tê-las entre as tuas, já não nos víamos há algum tempo...o tempo quase sempre nos trai...passa sempre depressa demais, e a distância ás vezes atrapalha, mas todos estes dias me lembrei de ti, sabia que estavas bem, desculpa não Ter ido antes, peço-te desculpa...

Como apareci de surpresa, pude ver no fundo dos teus olhos a alegria de criança, o teu coração deu um salto, e sorriste, sorriste muito, esqueceste por um segundo as mágoas que marcam o teu coração, e mostras-te a tua alegria, vi isso no teu rosto, no teu olhar, nas tuas mãos, até as tuas vestes negras, se fizeram brancas naquele momento...

Tantas conversas que querias partilhar, querias mostrar-me que estavas bem, e contavas-me as tuas aventuras nos campos, mas com tantas saudades dos outros campos… estava-se tão bem ali naquele alpendre, o vento deslizava suavemente por entre as nossas conversas, comemos cerejas, rimos...de vez em quando vinham-te á memória as tuas tristezas, mas logo te fazia saltar delas, para mais outras histórias…falavas das tuas amigas…uma amiga nova que via o mundo através dos teus olhos, porque o mundo dela tinha-se feito numa sombra escura, não mais podia ver a luz do sol…mas tu falavas-lhe desse sol, desses campos…

Querida avozinha, foi tão bom estar contigo, naquele dia...desta vez, vou ser eu a tomar conta do tempo, e estarei contigo certamente para festejarmos as tuas 91 Primaveras!!!

9 comentários:

Cátia disse...

Querida!!

É fantastica toda a ternura que colocas no teu post... a tua avozinha deve ser linda!!

Visita-a mais vezes... sentirás muita falta das suas palavras, mãos e sorrisos quando ela partir para junto de Deus..

Aproveita o seu amor, a sua atenção querida!
Beijinhos grandes da tua menina

pe.cl disse...

Que inveja, tu és uma privileliada...eu agora só posso visitar a minha em pensamento... já partiu para o Pai há cerca de 13 anos, nem viu realizado o seu sonho, ver o neto celebar a 1ª Missa (vulgo missa nova...sei que do céu sorriu para mim esse dia e que em cada dia que me recordo dela sorri com a doçura que lhe era caracteristica... talvez a todas as avós...

Recebe de mim aquele beijo afectuoso e quando estiveres de novo com a tua avozinha dá-lhe um beijinho meu.

anita disse...

Linda que bela mensagem deixaste-nos aqui sobre a tua "avozinha", eu já não tenho, mas sei o quanto é importante para os meus filhos as avós, por isso minha linda aproveita bem enquanto o Senhor não a chama pois é mesmo um privilégio para ti poderes ainda desfrutar do carinho, da ternura e do amor da tua "avozinha".
Que Deus te proteja e guarde bem como toda a tua família.
Um óptimo fim de semana
Beijocas.
Anita (amor fraternal)

Marlene Maravilha disse...

Linda homenagem a tua vovó! Que lástima que não as possuo mais, mas sei o quanto minha mãe representa para os meus filhos.
Aproveites muito a sua companhia!
Parabéns pelo seu aniversário!
beijo e bfs

Felipe Fanuel disse...

Que experiência magnífica!

Pessoas como a tua avó são eternas. Elas não podem morrer depois de viver tanto tempo. A idade é apenas um detalhe de toda uma história construída ao longo dos anos.

Gente assim costuma ser maior que a própria morte, maior que a própria vida. Se tornam ícones, se tornam referências. Deveriam ser beatificados, porque já são mais que canônicos na vida de todos que os cercam.

Quer dizer que tu, Elsa, herdaste esta vontade toda de viver da tua avó, não é? Certamente muitas primaveras ainda serão contadas.

Beijitos, querida!

Moinante disse...

Infelizmente só já tenho uma e vive tão longe , ams setá sempre perto no meu coração .

Fiquei sentido com o que escreveste , vieram-me à memória fabulosos momentos da minha vida ...

Um doce beijo com odores serranos .

maresia_mar disse...

Olá, que sorte e que inveja eu tenho (no bom sentido é claro) teres ainda uma avó e com essa linda idade... lindo lindo o teu post.. Bjhs e bom fds

Marili Alves disse...

Que linda homenagem!!!

serenidade disse...

Linda a ternura com que nos presenteias na descrição do teu terno encontro com a tua avó, uma senhora muito bonita e cm coração enorme, sem dúvida, tal como o teu...

Serenos sorrisos