Segue-me por Email

quarta-feira, 18 de julho de 2007

Palavras...

Sinto em mim as palavars
sinto-as...
mas não posso tocar-lhes
Sinto no frémito
o vazio
a nudez do pensamento
que se junta
ás palavras mudas
paradas, caladas
Sinto-as deambular
quietas, mascaradas
pelos corredores
de mim própria,
e esvaiem-se
como a água da nascente
sem me tocarem
numa dança que me agita
num desassossego calado
quando busco e não encontro
as palavras...

elsa sekeira

6 comentários:

serenidade disse...

Elsa,
simplesmente lindo, descreve tão bem esta nossa procura por palavras para descrever sentimentos que não têm descrição, que se sentem e pronto, chega...

Serenos sorrisos

Paulo disse...

Em 1º lugar tenho lá no meu cantinho um desafio para ti.
Em 2º lugar, por vezes existem situações/sensações que nem as palavras conseguem transmitir, apenas sentimos.

Catequista disse...

Muito bonito!
Mas às vezes, há imagens que valem por mil palavras...
Beijocas

pe.cl disse...

Palavras para quê????????? Muitas vezes só atrapalham...
Gostei deste teu poema, também eu por vezes fico sem palavras tal como hoje perante esta maravilha.

Beijinhos no coração.

rosa dourada/ondina azul disse...

Dança das palavras...

Lindo !


Beijinho,

Fa menor disse...

Linda!
Palavras, leva-as o vento...
Mas tu encontras sempre formas muito belas de transmitir tudo o que queres!
Estas tuas palavras encantaram-me.
:)
jinhos

Fa-