Segue-me por Email

domingo, 24 de junho de 2007

Deixa-me ser pequenina

Tirei os saltos,
soltei o cabelo
e parti...
Quero ir para os campos,
correr, saltar
sujar os pés
arranhar os joelhos
colher flores
serpentear o mundo,
não quero estar aprisionada em mim
deixa-me ir
deixa-me ser sempre criança
só assim poderei
continuar a sorrir
num sorriso que se funde entre
o meu ser e o ser do mundo
e assim...
quando olhar ao meu redor
não vou ver o mundo
mas tão somente
a imagem que dele guardo,
e só assim poderei continuar
num caminho que não entendo
em que todos caminham
no sentido contrario
Deixa-me continuar pequenina
só assim poderei sentir
o perfume, a cor e a grandeza do mundo!

elsa sequeira

15 comentários:

Tozé Franco disse...

Às vezes gostava de voltar a ser pequeno para acreditar nas coisas como só as crianças acreditam, para crer que todos os sonhos são possíveis de concretizar.
Um abraço.

pe.cl disse...

..."é necessário que ELE cresça e eu diminua"... Assim disse certo dia um grande Santo que hoje celebramos (S. João Baptista).

Como eu te entendo querida "dinha", como eu te entendo, tantas vezes me assalta esse desejo de voltar a ser pequenino, tão pequenino que somente Deus conseguisse ver-me...

Beijinhos no coração.

PS - Poderia eu algum dia estar chateado??? Não, claro que não, ando talvez um pouco distante de tudo para me encontrar a sós com ELE.

Moinante disse...

Convido-te a passar pela minha humilde gruta ...

" Desafios e actos de Nobreza . "

Votos de uma semana feliz .

O Sobrinho disse...

Apenas quis deixar a minha marca!

anawîm disse...

eheheh... criança, sim, sempre...

Mas..."em que todos caminham
no sentido contrário" olha lá...???
também me incluiste nesse grupo é?
Vais ter que olhar outra vez à tua volta...

abraços grandes em Deus... que caminha connosco em todos os sentidos...

elsa nyny disse...

Oh!! Sobrinho!!!
Há que tempos não te via por estas paragens...volta sempre...

Querido Anawîm!!

Claro que não te incluí a ti...achas???
Mas se quiseres aparecer...estás á vontade...correremos pelos campos, quem sabe atrás de patos e outras aves ahahah!!!
E comemos bolo quentinho!!!
Fico á espera!!!

beijitos para todos!!!

Cátia disse...

Minha querida,

Às vezes é tao dificil ser crescido.. enfrentar a vida, enfrentar o mundo e ter k correr para onde nao se quer... Como eu te compreendo.. Quem me dera poder manter sempre a inocencia da criança e ver o mundo como via antes...

Que possamos parar por vezes e tentar olha-lo assim. Adorei o post, o poema. Está lindo, como todos...

Beijinhos grandes pa ti dinha, da tua menina que te ama

Anónimo disse...

4646
71912551 1 4635, 453 1469.
897... 897... 83991!!!!!!!!!!!

7313991

o alquimista disse...

Mas, tu é pequenina! És de uma ternura imensa...grande na força que irradias...


Doce beijo

anita disse...

Linda uma óptima semana para ti.
Muitos beijinhos de coração.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

Fa menor disse...

Que sejamos sempre pequenininhos e inocentes como as crianças!

"Deixai vir a mim as criancinhas, pois é delas o reino dos céus"

Gostei muito deste teu poema, aliás como de todos que tão bem sabes desenhar, tens mesmo dom para isso!

Um grande beijinho de boa semana.

Fa-

celtaj disse...

Sí, Elsa.
Conservemos el alma pura y alegre.
Conservemos la inocencia y la bondad.
Conservemos la ilusión y la esperanza.
Seamos niños y seremos felices, en medio de un mundo adulto y salvaje.
Contagiaremos a otros... y puede ser que algo cambiemos a nuestro alrededor.
Es un gusto siempre leerte. Tienes una fuerza contagiosa.
Gracias por eso.
Un abrazo.

Alexandre disse...

Se não te importas vou imprimir o teu poema, dobrá-lo numa folhinha e trazê-lo sempre na carteira!

Fez-me recuar no tempo e lembrar dos tempos de miúdo! E isso é viver! Obrigado!

Beijinhos !!! Muitos!!!

Sei que existes disse...

Lindo!!!
Beijocas

Carla Duarte disse...

=)