Segue-me por Email

domingo, 25 de dezembro de 2011

NATAL HOJE – NATAL 2011





- Dizem-me que já não existe Natal,
   porque os subsídios são escassos
   e as contas bancárias andam pelo negativo
   Mas eu sei que é possível armar um presépio,
   quando apenas se tem o que se veste,
   como aconteceu com Francisco de Assis
   e como acontece com tanta gente
 que se veste de brancura…

- Dizem-me que o Natal é um mito
   para entreter crianças e poetas,
   uma espécie de nave para astronautas sem carga.
   Mas eu sei que o Natal é fogueira na noite fria:
   esse fogo que se faz amor e ternura;
   essa labareda que orienta os perdidos na noite;
   essa luz que se desdobra em clarão e candeia
   - lâmpada altiva ou humilde lamparina…

- Dizem-me que o Natal é mentira,
 porque esse Jesus
 é piedosa memória dos primeiros cristãos
 ou uma bela invenção de Paulo…
- Mas eu sei, digam o que disserem,
   que Jesus está vivo e é uma Paixão;
   e uma paixão não pode durar dois mil anos!..
- Mas eu sei, mesmo quando é noite,
   que Jesus está vivo
   e é o “Guardião de nossas vidas”,
   à espera que desponte a Alvorada...

- Mas eu sei, mesmo quando não é Natal,
   que Jesus nasceu para todos
   e é o Salvador universal…
- Mas eu sei e, hoje, porque é Natal,
   que o “Menino de Belém” está aí,
   como “Rei e Senhor do Universo”:
   Uma Eternidade que se faz Criança;
   Uma Palavra que se faz “carne”;
   Um Deus que se veste de peregrino…

E, à volta,
   há anjos que cantam “Glória”;
   há pastores que tocam o Essencial;
   há um José que aprofunda o Mistério;
   e uma Virgem vestida de silêncio e alegria…

E eu, nesta sinfonia,
     apenas sei dizer: “Glória e Paz!...”

                              P. Manuel Nóbrega, CM
Publicado - Aki

Sem comentários: