Segue-me por Email

quinta-feira, 24 de março de 2011

Tinha tudo...

Na prisão do Linhó, o jovem Ivo (nome fictício),  conta assim a sua história: 
“Vim para Portugal com a minha família quando tinha 5 anos. 3 dos meus irmãs ainda ficaram em Cabo Verde.
Vivíamos num bairro periférico de Lisboa. Tínhamos um grande número de amigos. Jogávamos à bola na rua, brincávamos juntos… apesar das dificuldades, reconheço agora, que éramos felizes. 
Fui para a escola e comecei a sentir que a minha cor era, para algumas crianças, uma dificuldade. Não gostava que me chamassem “preto”! Depois senti que era diferente, também porque não tinha roupa de marca, Play Station, telemóvel… A cor não poderia mudar, mas ter coisas… talvez fosse possível! 
Com 13 anos uns “amigos”, mais velhos do bairro propuseram-me levar uma pequenino embrulho a um amigo deles. Pagaram-me muito bem e não custou nada! Como fui eficaz as propostas eram cada vez mais… e o dinheiro também. 
Depois já tinha roupa de marca, telemóvel e… quando fiz 18 anos tirei a carta e comprei logo um grande carro!
Graças ao tráfico de droga, superei no” ter” todos os meus colegas de escola…Tinha tudo…e agora tenho 20 anos de prisão!

Publicado - Aki

1 comentário:

Special Movies disse...

Good day everybody... Good post...